Renault e CPFL assinam acordo para utilização de carros elétricos

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Mais um acordo entre a montadora francesa e uma concessionaria de energia elétrica para “promover estudos de adaptação”

A Renault fechou um acordo com a CPFL – concessionaria de energia elétrica do interior e litoral paulistas – para testes com carros elétricos a fim de adaptar sua utilização à realidade brasileira. O programa já iniciou com um exemplar do Renault Zoe, hatch compacto derivado do Novo Clio europeu, e outro do Renault Kangoo ZE, furgão compacto.

A CPFL salienta que o uso dos carros elétricos na frota corporativa criará oportunidades para traçar um perfil das redes de abastecimentos no Brasil. Já a Renault está oferecendo em regime de comodato por quatro ou cinco anos veículos elétricos, inclusive com a instalação privada ou pública de pontos de recarga, que poderão beneficiar clientes comuns.

De acordo com cálculos feitos pela CPFL com o custo atual da energia elétrica na região de Campinas, o consumidor gastaria cerca de R$ 8 com a recarga completa do veículo, sendo que esse valor poderá ainda ser reduzido pela metade no futuro. Assim, atualmente o custo seria de R$ 8 para rodar 200 km, que é a autonomia máxima dos modelos da Renault.